O Sindeac foi uma das entidades organizadoras do Seminário “Práticas Antissindicais e FGTS Digital” realizado no dia 21/11/23, na sede do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação de Minas Gerais – SEAC/MG, em Belo Horizonte.

O presidente do Sindeac, Paulo Roberto da Silva, e do SEAC, Renato Fortuna Campos, fizeram a abertura do evento. Como palestrantes, o superintendente Regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais, Carlos Calazans, e o procurador do Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais – MPT/MG, Geraldo Emediato.

Calazans falou sobre o FGTS Digital, uma nova forma de gestão integrada de todo o processo de arrecadação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Tem como objetivo aperfeiçoar a arrecadação, a prestação de informações aos trabalhadores e empregadores, a apuração, o lançamento e a cobrança dos recursos do FGTS.

O procurador Geral Emediato fez uma explanação sobre práticas antissindicais, que são ações que visam impedir, prejudicar ou dificultar a organização dos trabalhadores, a sindicalização, a negociação coletiva e a atuação das entidades sindicais. O procurador é o coordenador, em Minas Gerais, da CONALIS, Coordenadoria Nacional de Promoção da Liberdade Sindical e do Diálogo Social

Durante a realização do seminário houve apresentação de esquete teatral do SINDEAC sobre a Campanha Novembro Azul, de conscientização do câncer de próstata, com os artistas Suellen Mogano e Fernando Filizzola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − catorze =