O SINDEAC aderiu à Campanha Junho Violeta, mês de conscientização e combate à violência contra a pessoa idosa, e promoveu uma palestra sobre o tema, no dia 28/06, na sede da entidade, com a participação da advogada criminalista Denise Pinto da Silva. Foi um evento bastante participativo e de interação com as pessoas presentes, muitas delas aposentados que continuam sócios do sindicato.

O objetivo da Campanha é alertar a população sobre esse grave problema, mais comum do que imagina, em todo o território nacional.

Segundo dados do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania, até o início do mês de maio desde ano mais de 42 mil denúncias e mais de 250 mil violações contra a pessoa idosa foram recebidas pelo Disque 100, canal de registro de denúncias de violações contra os direitos humanos.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, o número de denúncias aumentou 28,1%, e o de violações 25,6%. O cenário escancara uma dura realidade vivenciada por idosos em todo o território brasileiro.

De acordo com Denise, Minas Gerais ocupa o terceiro lugar em número de denúncias recebidas. As principais violências praticadas contra a pessoa idosa são: física, psíquica, financeira ou patrimonial, negligência e abandono.

Conforme ressaltou a advogada, não se pode calar e o Disque 100 é um dos principais canais de denúncia. O serviço funciona 24 horas por dia em todo o território nacional, a ligação é gratuita e é garantido o anonimato do denunciante.

Se você é vítima ou presencia algum caso de violência, não se cale. Vamos, juntos, defender a dignidade da pessoa idosa.

JUNHO VIOLETA:  O SINDEAC ABRAÇA ESSA CAUSA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 8 =